Afinal, qual é o sentido do Natal?

23 de dezembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

O que é que temos pra hoje? É a blogagem coletiva do grupo Liga Blogesfera, aeeeee! E o Natal tá chegando aí, né meu povo? Melhor época do ano: as pessoas ficam mais alegres, comemos um monte de comidas gostosas, ganhamos presente... mas já pararam pra pensar qual é o real sentido disso tudo?


Quando eu era bem pequenininha, com meus 4, 5 anos sei lá, a única coisa que eu sabia é que Natal era época de casa enfeitada, comida e presentes. Ficava louca pra dar meia noite logo pra atacar a mesa e, logo depois, abrir os embrulhos ao pé da árvore e saber quais brinquedos e roupinhas tinha ganhado naquele ano. Depois, batia o soninho e a criancinha aqui ia dormir. Mas mesmo sem entender quase nada da vida, sabia lá no fundo que o dia 25 de dezembro tinha uma coisa especial.

Quando estava mais crescidinha, comecei a participar mais ativamente das atividades da minha paróquia e entrei para a catequese, onde aprendi mais sobre a igreja, sobre a vida... e finalmente entendi melhor o que era aquela coisinha especial que eu sentia em todo Natal.

Descobri que Natal não é só Papai Noel (até porque eu escrevia cartinha pro sujeito pedindo trailer da Barbie e recebia uma boneca nada a ver e sem trailer, aí comecei a desconfiar hahaha). Descobri que o Natal é muito mais que uma festa: era o Amor que, com toda sua grandiosidade, se fez pequeno e humano como nós.

"Mesmo sendo Rei, pobre se fez, só por amor"
(Simplesmente Amar - Vida Reluz)

Esse é, pra mim, e pra todos os cristãos, o verdadeiro sentido do Natal: o nascimento de Jesus Cristo, que mesmo sendo o Filho de Deus, abriu mão de todas as honras e riquezas pra nascer em uma família humilde, num lugar mais humilde ainda. Tudo isso por amor a nós, a todos nós, desde o mais pobre até o mais top dos tops da face da terra!

Ah Ana Paula, mas eu não sou cristã(o), não acredito em Deus, então tudo isso aí que você falou não tem o menor significado pra mim. E aí?

Bom, minha gente, eu não posso obrigar ninguém a seguir minha fé. Isso seria até muito feio da minha parte, porque nada obrigado é bom, e a gente tem que estar com o coração aberto pra crer. Mas uma coisa é certa: essa época do ano é especial. As luzes coloridas nas casas, o clima de união e confraternização, o sorriso inocente e feliz de uma criança recebendo um presente... olha só quanta coisa recheada de significado! Pensem nessas pequenas coisas, e aí vão ver como o Natal é lindo <3

É isso aí, um feliz Natal pra cada um de vocês, pras suas famílias, pros seus amigos... que seja muito alegre, divertido, abençoado, recheado de presentes, comida (sem uva passa, por favor), e claro, o principal: MUITO AMOR!!!!!! Beijos e até a próxima!

Mantendo o foco nas metas de fim de ano

20 de dezembro de 2015
Oi amores, tudo bem? Sentiram minha falta? Tô de volta hahaha!

Depois de dias de internet zoada, bloqueio criativo fortíssimo e preguiça de existir por causa do calor (fora a agenda de fim de ano com missas, novena de natal, comprinhas e outros compromissos), finalmente consegui me organizar e voltar a escrever. Bem... escrever quase de madrugada não é uma atitude tão organizada, mas tá valendo kkkk!


Chega essa época do ano e a gente começa a traçar metas pro ano seguinte, e quando o ano seguinte chega ao fim, às vezes não cumprimos nem metade da metade da metade dessas metas. Isso acontece MUITO comigo e eu acho muito frustrante. Então, pra evitar essa frustração em 2016, eu pensei em algumas coisa pra me ajudar a manter o foco, e eu espero que ajude vocês também :)


1. Desejar chegar até onde meus braços alcançarem. É normal a gente sonhar alto, mas temos que ter um certo cuidado pra não nos perdermos nessa altura, e até mesmo pra não sofrer uma queda dolorida! Por muitos e muitos anos, coloquei como meta coisas que eu não podia alcançar. Em 2014 coloquei até uma viagem pra Europa com meus irmãos de coração, sendo que eu mal tinha dinheiro pras despesas da faculdade... conclusão: me ferrei, meus irmãos viajaram e eu fiquei, doeu pra caramba, mas aprendi a lição!

2. Bora perseverar! Não adianta nada dizer "em 2016 vou me dedicar mais aos estudos e melhorar minhas notas" e na primeira oportunidade deixar a preguiça tomar conta e ficar jogado na cama ou no sofá se entupindo de comida e assistindo séries, né? 

3. Organização, um item precioso! Coisa que aliás eu tô precisando muito rsrs! Em muitas coisas isso pode ajudar: organizar nossos compromissos nos ajuda a ser mais pontuais; organizar nossos gastos no ajuda a economizar aquele dindin pra comprar uma coisa que desejamos muito. Pensem nisso ;)

4. Por que não pedir ajuda? Nossa família e nossos amigos (os verdadeiros amigos) podem nos ajudar a cumprir nossas metas! Aqueles que nos amam verdadeiramente sempre vão fazer de tudo pra nos ver bem!!

5. Não deu certo? Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima! Decidi que não vou mais deixar a frustração me pegar se não conseguir cumprir minhas metas. Sei lá... acho que quando a gente se deixa abater, fica mais difícil ainda ter novos sonhos e lutar por eles...

Bom, esse era o recado que eu tinha pra dar, espero que tenham gostado! E se vocês tiverem mais alguma dica pra manter o foco, deixem aí nos comentários, ok? AAAAHH, fiquem ligadinhos no blog e na fanpage porque nesse domingo sai o resultado do amigo secreto de blogueiras do qual eu e outras meninas estamos participando! Acho que vocês vão gostar bastante!! Beijos e até logo :)

TAG: Trechos de músicas

5 de dezembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Hoje eu trouxe pra vocês uma tag muito legal, e bem diferente de todas das quais já participei. Quem me indicou foi a Ana Carolina, do blog Passando os Quinze (não se esqueçam de visitar o blog da Carol, hein!), e eu acho que nunca me identifiquei tanto com uma tag, pois desde muito novinha sou apaixonada por música e cada detalhe da minha vida tem uma "trilha sonora"...

Bom, chega de enrolar senão fico aqui falando horas e nada de tag... vamos lá?




1. Um trecho que te emociona - imaginem a pessoa aqui, que já é emotiva de natureza, ouvindo essa música quando o irmão caçula entrou no seminário e ficou 3 semanas sem se comunicar?

What if I'm far from home?
Oh brother I will hear you call
What if I lose it all?
Oh sister I will help you out!
(Avicii - Hey Brother)


2. Um trecho alegre - sei lá, só lembrei dessa :)

"I don't wanna be alone forever
Maybe we could see the world together"
(Lady Gaga - Gypsy)


3. Um trecho que não consegue cantar - dá pra entender por que eu não consigo, né :p

"Tsukame! egaita yume wo
Mamore! daiji na tomo wo
Takumashii jibun ni nareru sa
Shiranai pawaa ga yadoru haato ni hi ga tsuitara
Donna negai mo uso ja nai
Kitto kanau kara... show me your brave heart"
(Ayumi Miyazaki - tema da digievolução em Digimon Adventure 1)


4. Um trecho que fale de comida - miga, sua louca!

"Então Vem! Bem!
Só com chocolate em sua mão! (Eu)
Vou continuar com meu carão!
Tpm é isso, tem que me aturar! Vai passar!"
(Kéfera - paródia de Bang)


5. Um trecho que fale de um momento da sua vida - ok, vamos lá... :(

"So I'm putting my defenses up
'Cause I don't wanna fall in love"
(Demi Lovato - Heart Attack)


6. Um trecho que fale o nome da música - o nome é praticamente a letra toda da música:

"TURN DOWN FOR WHAT!"
(Lil Jon ft. Dj Snake)


7. Um trecho que diga exatamente o que você pensa - só vejo verdades.

"O medo cega os nossos sonhos"
(Charlie Brown Jr. - Só Os Loucos Sabem)


8. O único trecho que você sabe da música e que fica na sua cabeça - me amarro nessa música mas nunca aprendo a cantar o resto!

"Minha dor é perceber
Que apesar de termos feito tudo que fizemos
Ainda somos os mesmos e vivemos
Ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais"
(Elis Regina - Como Nossos Pais)


9. Seu trecho favorito - tenho vários favoritos, mas no momento esse é o que mais me define:

"Tenho os meus sonhos, sei que posso alcançar
Sonhos distantes, e por eles vou lutar"
(Cúmplices de um Resgate - Superstar)


Bom, dessa vez eu não vou indicar ninguém, mas quem quiser responder à tag, fique à vontade! Mas... e aí, gostaram do post? E qual é o trecho de música preferido de vocês? Compartilhem aí nos comentários, vai que de repente nós temos os mesmos gostos musicais... hum? Haha! Beijos e até a próxima!

Como se virar com pouca grana

2 de dezembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Quem tá desempregado, recebe pouco no emprego, ou precisa economizar pra comprar algo que precise muito, sabe como é chato viver com o dinheiro contadinho. Ainda mais em tempos de crise no país, com as coisas tão caras... Massss tudo na vida tem um jeito, não é? Eu, que desde recém-nascida vivo com pouca grana, vou contar pra vocês como é que eu me viro, e espero poder ajudá-los com as minhas dicas ;)


Meu pai vive falando aqui em casa que a gente, se quiser chegar a algum lugar, PRECISA evitar gastos desnecessários. Por mais que eu deteste a ideia, principalmente quando se trata de comida (porque na cabeça do meu pai a gente tem que economizar a ponto de comer só arroz e feijão todo santo dia), a primeira coisa a se fazer quando passamos por problemas financeiros ou precisamos comprar alguma coisa cara é cortar alguns gastos.

Uma coisa que ajuda bastante a minimizar gastos é comparar preços. Aqui perto de casa tem várias farmácias, então quando preciso comprar alguma coisa sempre dou uma avaliada nos preços de cada uma e compro na que vender mais barato. Às vezes a diferença é mínima, mas cada centavo vale muito!!


Outro ponto importantíssimo é evitar desperdícios. tanto de dinheiro, como já falamos mais ou menos, como das coisas que temos em casa. Tomemos como exemplo um banho demorado, daqueles com direito a turnê musical debaixo do chuveiro. É uma delícia, mas desperdiça água pra caramba (e energia elétrica ou gás, pra quem gosta de banhos quentes). Se diminuirmos o tempo de banho, já dá pra sentir uma diferença na conta de água/luz/gás, e ainda ajudamos a preservar o meio ambiente! E tem outras coisas também, como não deixar os alimentos estragarem, não passar horas no telefone, e por aí vai.

Falando em meio ambiente... que tal reciclar e reutilizar? Na época da faculdade a gente gasta folhas e mais folhas de papel. A gente pode até ler alguns textos no computador ou no tablet, mas sempre tem que imprimir os trabalhos insuportáveis que os professores pedem. Quando os professores devolviam meus trabalhos corrigidos, eu guardava por um tempo e, terminado o semestre, em vez de jogar fora eu aproveitava as folhas pra rascunho. Ainda faço isso com muito papel por aqui.

E é na hora da reciclagem/reutilização que entra a nossa criatividade. Precisando dar um up na decoração do seu quarto? Dar uma lembrancinha pra uma pessoa especial? Por que não fazer em vez de comprar? Existem vários blogs e vídeos no Youtube com tutoriais e DIYs pra gente se inspirar!


Por último, e não menos importante: uma boa dica é investir nos aplicativos de recompensas. Dá pra ganhar um dindinzinho extra, vale-compras, créditos pra celular... não é uma coisa imediata, mas vale muuuuuuito a pena. Mês passado eu fiz um post aqui no blog falando sobre os 3 apps que eu mais uso (o post bombou, uhul!), e já estou testando outros pra saber se são confiáveis.

E aí, gostaram do post? Tem outras dicas que gostariam de compartilhar comigo e com os outros leitores? É só deixar aí nos comentários que eu vou ler e responder com muito carinho!

Antes de encerrar, só um aviso: em 2016 quero dar um up no blog e trazer várias novidades, mas pra isso eu preciso saber um pouco mais sobre vocês, o que vocês gostam no blog, e o que acham que precisa melhorar. Então vou pedir um favorzão: vocês podem responder a essa pesquisa de público? É rápido e não dói rs! Fiz um banner bonitinho pra redirecionar vocês pra página da pesquisa, mas o Picasa tá de palhaçada com a minha cara, então, pra participar, é só clicar aqui ;)

Beijos e até a próxima!

7 coisas que aprendi com a Turma do Chaves

28 de novembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Acho que hoje é um dia triste pra alguns de nós... faz 1 ano que perdemos Roberto Gomez Bolaños, o eterno Chespirito, dono dos personagens ÉPICOS Chapolin ♥♥♥, Chaves ♥♥♥♥♥ e outros que marcaram a minha infância (ou melhor, a minha vida) e a de inúmeras pessoas pelo mundo. Por isso, o post de hoje é uma humilde homenagem a esse gênio que tanto me fez rir.

Crédito do desenho do Chaves: Chavo Del 8 from vector.me

Chaves, Chapolin, Chaveco, Pancada, Seu Caveira, Dr. Chapatin... de todos esses, Chaves foi o mais presente em minha vida. É muito mais que um programa de humor: o menino humilde que morava no 8 e todos os seus amigos da vizinhança tem muito a nos ensinar sobre a vida.


“As pessoas boas devem amar seus inimigos.”
Créditos: Kevin Queiroz - Youtube
Essa frase com certeza é uma das mais marcantes. Porque amar nossos amigos realmente é muito fácil, agora amar os inimigos... isso é pros fortes!


“A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena.”
Créditos: Jessica Jeh - Youtube
Outro ensinamento épico! Quantas pessoas se vingam de outras achando que com isso se sentirão vencedoras, mas no final acabam com um enorme vazio? Vingança não faz bem a ninguém, o que faz bem é encher o coração de sentimetos bons!!


“Quem come e não reparte nada, fica com a barriga inchada.”
Créditos: blog Insanidades Humanas
Ok, você não vai ficar com a barriga inchada se não repartir o que está comendo com os amiguinhos (eu acho). Mas não custa oferecer um pouquinho né? Mostra que somos educados (exceto quando o assunto é: bala ou chiclete na sala de aula lotada haha).


"Enquanto tiverem o livro nas mãos, serão gente de bem."
Créditos: Marcelo Sales - Youtube
Sem estudo, não chegamos a lugar nenhum! Fora que a leitura faz muito bem pro nosso ânimo, amantes de livros que o digam ♥♥


“Eu prefiro morreeeer do que perder a vidaaaaaa!!”
Créditos: Fórum Chaves - Twitter
Eu confesso: essa eu escolhi de zoa kkkkkk! Mas quando o assunto é Chaves, essa é uma das primeiras coisas que me vem à cabeça!


“Não existe trabalho ruim. Ruim é ter que trabalhar.”
Créditos: UOL Economia

Só não é ruim ter que trabalhar quando trabalhamos naquilo que gostamos. Mas convenhamos que mesmo assim bate uma preguicinha às vezes...


“Não rezei para encontrarem o ladrão, rezei para que o ladrão se arrependa e torne-se bonzinho.”
Créditos: blog Vizinhança do Chaves

Essa frase é comovente, e revela uma coisa que deveríamos praticar mais: rezar para que as pessoas ruins se arrependam de seus atos e passem a praticar o bem. O mundo tá precisando tanto disso...

Espero que tenham gostado desse post feito com muito carinho (e muita saudade)! Qual foi o ensinamento de Chaves que mais marcou vocês? Quais foram as piadas que mais fizeram vocês rirem? Me digam aí nos comentários, ok? Beijos e até a próxima!


#GraciasChespirito

TAG: Hábitos de Leitura

22 de novembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Primeiramente, mil desculpas por não ter postado ontem! É que foi meu aniversário (aceito presentes, hehe) e eu passei o dia todo longe da internet, e como eu ainda não me acostumei 100% com essa vida de blogueira, pra variar eu não deixei o post programado :(  :(  por favor, não fiquem chateados comigo por que gosto muito de vocês!  *-*

E lá vem a louca das tags de novo hahahaha! Dessa vez vou responder à tag Hábitos de Leitura, e quem me indicou foi a Carol Rocha, do blog Ei Carol, Leia! Então vamos às respostas, e não deixem de visitar o blog da Carol quando terminarem de ler esse post, principalmente se vocês forem amantes de livros como eu!!


Perguntas:


1 – Quando você lê (manhã, tarde, noite, o dia inteiro ou quando tem tempo)?
Apesar de amar livros, ando meio parada com leitura (foi tanto material pra ler na faculdade que agora depois de formada eu to dando uma trégua kkkk), mas gosto mais de ler à tarde e à noite (antes de dormir). Quando não tenho que sair cedo, também leio um pouco de manhã.

2 – Você lê apenas um livro de cada vez?
Geralmente sim. O único livro que consigo conciliar com outras leituras é a Bíblia.

3 – Qual seu lugar favorito para ler?
Meu quarto, sem dúvidas!

4 – O que você faz primeiro: lê o livro ou assiste ao filme?
Prefiro assistir ao filme primeiro, pra quando for ler o livro me surpreender com o que não foi mostrado no filme.

5 – Qual o formato de livro você prefere (áudio-livro, e-book ou livro físico)?
Livro físico EVER!!!! <3

6 – Você tem algum hábito exclusivo ao ler?
Gosto sempre e ler deitada na cama.

7 – As capas de uma série tem que combinar ou não importa?

Claro que tem que combinar! Tem que ter uma padronização bonitinha, né gente? (TOC de bibliotecária hahahaha)

Blogs que indico:



Espero que tenham gostado da tag, amores! E quais são os hábitos de leitura de vocês? Me digam aí nos comentários! Beijos e até daqui a pouco com Links da Semana!

3 aplicativos de recompensas superconfiáveis

11 de novembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Eu sempre fui pobre, mas com essa crise e os problemas da vida, a coisa tá bem complicada haha! Graças a Deus não me falta o básico, mas não dá pra ficar gastando dinheiro por aí com besteirinhas, né! Enquanto eu não arrumo um emprego, tenho que economizar ao máximo o pouco que tenho... Massss, como tudo na vida tem solução, eu conto com a ajudinha de 3 aplicativos pra me virar nessa crise!



Nesse app, você ganha pontos, chamados seems, respondendo pesquisas de opinião. A partir de mil seems (1 MegaSeem), você já pode trocar por prêmios. Eu sempre troco os meus seems por créditos de celular, e tirando uma ou outra emergência, eu nunca mais gastei dinheiro do meu bolso pra recarregar o celular!

Prints do site



Esse também é um app de pesquisas, mas em vez de você ganhar pontos pra trocar, você já ganha a recompensa logo ao final da pesquisa. Eu também uso pra recarga de celular: em cada pesquisa, eu ganho um bônus de 1 a 3 reais que posso usar em ligações pra fixo e pra mesma operadora.

Prints do site



BrandZapp


Nesse app, você ganha pontos (BZ$) navegando pelas seleções de produtos (e pra quem curte comprinhas online, tá pra comprar os produtos das vitrines pelo app). Você pode trocar suas BZ$ por créditos de celular, vale-presentes para compras online, ingressos de cinema e muito mais. Esse mês eu consegui juntar o suficiente pra um vale-presente da Submarino, já fiz umas comprinhas com ele e agora tô esperando meus produtinhos chegarem :)
Update: os produtinhos chegaram! Dá uma olhadinha lá no meu instagram :)
Update 2: infelizmente o Brandzapp não está mais entre nós... uma pena, era um ótimo app... #RipBrandZapp


Prints do site

Todos esses apps estão disponíveis para Android e iOS, e são gratuitos! E ainda dá pra ganhar pontos e prêmios indicando amigos!

E aí, meus amores, gostaram do post de hoje? Já conheciam esses aplicativos? Comentem à vontade a opinião de vocês! Ah, e se alguém aí conhecer outros apps desse tipo e quiser indicar nos comentários, não só pode como deve indicar haha! Beijos e até a próxima!

OBS: não é publipost!
Tô recomendando porque uso e gosto de verdade!

Novembro Dourado

4 de novembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Com certeza, a maioria de vocês deve conhecer o Outubro Rosa e o Novembro Azul. Mas será que vocês conhecem também o Novembro Dourado?

Créditos: Santé Oncologia

Confesso pra vocês que eu nunca tinha ouvido falar nessa campanha. Descobri ontem graças a uma pesquisa da minha mãe pra faculdade. Mas, se o Outubro Rosa é para a conscientização sobre o câncer de mama, e o Novembro Azul é para a conscientização sobre o câncer de próstata, o que viria a ser o Novembro Dourado?

Bem, se tem campanha em prol de homens e mulheres adultos, tem que ter campanha pra crianças e adolescentes também, né? E é pra isso que existe o Novembro Dourado: chamar a atenção para o câncer infantojuvenil. Segundo o GAAC Sergipe¹, “durante o mês de novembro, instituições ligadas ao câncer infantojuvenil promovem o “Novembro Dourado” com o objetivo de alertar a sociedade sobre a importância do diagnóstico precoce e cobrar do Ministério da Saúde políticas públicas voltadas ao diagnóstico”.

E por que o mês de novembro? Simples: no próximo dia 23 é o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil, data instituída pela lei nº 11.650, de 4 de abril de 2008² com o objetivo de estimular ações preventivas, debates e outras atividades. 


Como eu falei pra vocês, não fazia a mínima ideia da existência dessa campanha! Acredito que outras pessoas também não conheçam, por isso decidi trazer esse assunto pra vocês. Esse é o tipo de informação que deve chegar ao máximo de pessoas possível. Quanto mais pessoas tiverem conhecimento, maiores serão as ações de combate ao câncer infantojuvenil!

Espero que tenham gostado desse tema! Se quiserem mais informações, podem consultar os sites da Rede OncoVidaCONIACC³, e Liga Contra o Câncer. E não se esqueçam de divulgar bastante essa campanha! Beijos e até a próxima!

1. GAAC - Grupo de Apoio à Criança com Câncer.
2. Informações retiradas do site da Sociedade Catarinense de Pediatria.
3. CONIACC - Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer.

Dicas valiosas para vestibulandos e concurseiros

21 de outubro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Esse é mais um daqueles posts de utilidade pública!! Pensei em me dirigir apenas a quem vai fazer Enem, já que as provas são nesse final de semana, mas parei pra pensar e vi que as dicas que vou deixar aqui servem pra todos os vestibulares e – por que não? – pra concursos públicos!



Quando a gente quer muito uma coisa, o que a gente faz? A gente luta! E quem quer muito estudar numa universidade pública renomada, ou trabalhar numa instituição pública e contar com todas as vantagens desse tipo de emprego, tem uma boa luta aí pra encarar: as provas exigem conhecimento (se bem que eu não concordo com a forma como o conhecimento é cobrado nessas provas, mas fazer o quê, né) e a concorrência é grande. Então, não tem jeito: TEM QUE ESTUDAR BASTANTE! É chato? É sim, se eu disser que não é, estarei mentindo, mas alcançar uma meta exige de nós um certo sacrifício.

                       

Mas antes de sair por aí devorando os livros, tem algumas coisinhas que eu preciso te dizer. Pelo amor de Deus, não se mate de estudar!! Tem gente que, a partir do momento que começa a se dedicar a um vestibular/concurso, passa a viver só de estudo. Gente, a coisa não é bem assim! Você não precisa, ou melhor, nem deve, passar todo o tempo estudando. Chega um certo ponto em que nosso cérebro não absorve mais nada. O ideal é:

1. Criar um cronograma. Defina os dias e horários de estudo, e divida os conteúdos. É bom pra se organizar e equilibrar todas as matérias que precisam ser estudadas.

2. Não descuidar da sua saúde. Não pule nenhuma refeição do dia, porque até pra estudar precisamos de energia! Evite sal, gordura e açúcar em excesso. Dê preferência aos alimentos saudáveis, principalmente aqueles que estimulam a memória e a concentração.

3. Reserve uma parte do seu tempo pra se distrair. Como eu falei ali em cima, quando a gente estuda demais chega uma hora em que nosso cérebro trava. Por isso que é bom parar um pouco e descansar a mente.

4. Sem dinheiro pra pagar cursinho? Que tal estudar em casa? Ainda mais nesses tempos de crise! Estudar em grupo com amigos é uma boa; provas dos anos anteriores também são uma ótima ferramenta e podem ser encontradas facilmente na internet, algumas com gabarito comentado!

E quando chegar o momento da prova, lembre-se:

ð Não estude no dia anterior. Tire o dia pra relaxar, o que você tinha que estudar, já estudou nos meses anteriores, principalmente se você se programou pra isso.

ð Chegue cedo no local da prova. É arriscado deixar pra chegar minutos antes do fechamento dos portões, ainda mais se o local de prova for longe da sua casa.

ð Procure ir ao banheiro durante a prova. Se der vontade de fazer xixi (ou outras coisas, sei lá...), não deixa pra fazer no final. Na maioria dos vestibulares/concursos (ou talvez em todos, ainda não sei), os candidatos não podem ir ao banheiro após o término da prova.

ð Sabe essas dicas que dão por aí pra atrapalhar e desconcentrar os outros candidatos? Levar saco de biscoito barulhento, etc... então... NÃO FAÇA ISSO. Por Deus, isso nem é dica que se dê! Você ia gostar se fizessem isso com você?

ð Comece pelas questões mais fáceis, das matérias que você domina, e deixe as mais difíceis pra depois (sempre tomando cuidado pra não estourar o tempo).

ð Separe um tempinho pra preencher o cartão-resposta e fazer a redação. Deixar essas tarefinhas pro final da prova não é uma boa ideia.

ð Aaaaaah!! Não cole. Nunca, jamais, EM TEMPO ALGUM. Se você estudou direitinho, não tem necessidade disso, né? Fora que, se mesmo assim você quiser colar, corre o risco de ser pego pelos fiscais e desclassificado.

Então é isso, meus amores, espero que tenham gostado das dicas. Quem tiver outras dicas, pode deixar aqui nos comentários! Boa prova pra quem vai fazer Enem nesse final de semana, titia tá daqui torcendo e rezando por vocês. Beijos e até a próxima!

Leia também: 5 dicas pra quem ainda não escolheu uma faculdade

A criança que existe dentro de nós - Especial Dia das Crianças

12 de outubro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Hoje é aquele dia em que a gente gostaria de voltar a ser criança... não sei se com vocês é assim, pelo menos comigo é! Mas cá entre nós, quase todo mundo, mesmo depois de envelhecer, ainda carrega consigo a criança que já foi um dia.


Ora ora, quem é que não se comove com as melhores lembranças da infância? O colo aconchegante da mãe, o desenho animado preferido, as brincadeiras com os vizinhos e amiguinhos da escola... coisinhas simples que, quando ficam no passado, deixam a maior saudade... <3

A questão é que muitos de nós, quando éramos crianças, queríamos de todo jeito crescer logo, e quando finalmente crescemos e vemos como a vida de adulto é difícil, é que percebemos como era bom ser pequenininho e não ter que se preocupar com mais nada além de brincar, estudar e cumprir com obrigações simples (escovar os dentes, lavar as mãozinhas antes de comer, etc.).


Pena que não podemos voltar no tempo e ser pequenos de novo, não é? Mas não é por isso que a criança dentro de nós vai deixar de existir. Enquanto conservarmos com carinho as lembranças da infância, a alegria de viver e a pureza do coração, seremos sempre crianças. E podem apostar, vai ser bem mais fácil lidar com a vida se pensarmos assim!

Pra encerrar, deixo vocês com esse clássico da minha infância que faz parte da minha vida até hoje e que tem tudo a ver com o que eu falei aqui. E se vocês gostaram desse post especial, não se esqueçam de comentar e compartilhar com seus amigos! Beijos e até a próxima, Feliz dia das crianças!

             

10 - 25 coisas pra fazer antes dos 25

7 de outubro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Hoje eu trago mais um post do Projeto 121, e o tema que eu escolhi dessa vez foi o 10 - Faça uma lista de desejos para se fazer quando completar... de acordo com a idade (ex: 20 anos, vinte desejos). E cá entre nós, eu amo esse tipo de post! 


Vamos à lista então?

1. Arrumar um emprego
2. Comprar uma casa
3. Comprar um Macbook Air
4. Fazer curso de teatro
5. Conhecer a Kéfera, o Lukas Marques e o Daniel Molo
6. Comprar um iPad
7. Namorar
8. Adotar um gatinho
9. Criar um canal no Youtube
10. Pintar as pontas do cabelo de azul, vermelho ou roxo
11. Fazer curso de inglês
12. Viajar pra Aparecida do Norte - REALIZADO!! <3
13. Abrir uma biblioteca na minha paróquia
14. Voltar a dançar
15. Aprender a andar direito com salto alto
16. Participar da plateia de algum programa de TV
17. Terminar de ler a Bíblia
18. Ganhar alguns quilinhos
19. Fazer aulas de canto
20. Fazer uma festa sinistra de Réveillon
21. Aprender a fazer cupcakes
22. Iniciar o mestrado (ou outra graduação)
23. Fazer um ensaio fotográfico
24. Aprender a dirigir (?)
25. Visitar todas as igrejas históricas do Rio de janeiro

Daqui a menos de 2 meses eu faço 22 anos, então eu tenho 3 anos e um tantinho pra conseguir realizar esses desejos... E aí, vocês acham que eu consigo? Qual foi o desejo que vocês mais gostaram? Deixem nos comentários as opiniões de vocês! Beijos e até amanhã ;)

Falando sobre humildade - PEDS #28

29 de setembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Hoje eu quero convidar vocês a refletirem comigo sobre uma virtude essencial, que todos nós deveríamos possuir: a humildade.



Já ouviram falar que “terminado o jogo de xadrez, tanto o rei quanto o peão voltam para a mesma caixa”? Ouvi essa frase quando estava no ensino médio e não faço a mínima ideia de quem a criou, mas guardo ela no coração até hoje.

Assim como acontece com as peças de xadrez, acontece conosco, seres humanos: independente de sermos ricos ou pobres, famosos ou anônimos, só estamos nesse mundo de passagem e vamos todos chegar ao fim da vida um dia. Então, pra quê vamos desperdiçar nosso tempo, nossas vidas, sendo pessoas metidas, arrogantes, simplesmente pelo fato de possuir um pouco a mais de poder ou riquezas, sendo que não vamos levar nada disso conosco quando morrermos?

Não tô dizendo que é ruim ter grana, fama, mestrado, doutorado, etc etc etc. O que eu acho terrível é quando alguém deixa essas coisas subirem à cabeça e começa a tratar as pessoas em volta como se fossem inferiores, sabem? Daí começam a passar por cima de tudo e de todos, a agir como se fossem as donas do mundo... Sei que nós não somos perfeitos e às vezes erramos, mas por favor né, ninguém é melhor que ninguém!

Pra mim, não há nada mais bonito do que aquelas pessoas que cresceram na vida sem puxar o tapete de ninguém, e que apesar de toda a fama, poder, nível de conhecimento ou qualquer coisa do tipo, age com simplicidade e não fica por aí se achando ou esnobando/excluindo os outros ao redor.

Atualmente estou lendo Imitação de Cristo, de Tomás de Kempis, um livro lindíssimo que ganhei da minha futura afilhada de batismo. Gente, tem uns ensinamentos nesse livro que são simplesmente maravilhosos. Coisas que todas as pessoas deveriam colocar em prática, independente de serem religiosas ou não. Separei 3 frases que tem a ver com o tema de hoje e que me tocaram bastante:

"Não ser convencido e ter consideração e apreço pelos outros é sinal de grande sabedoria e perfeição."
"É verdadeiramente grande quem se considera pequeno e não dá importância às honrarias."
"Os humildes gozam de paz contínua e os soberbos padecem de inveja e irritação."

Bom, gente, era isso que eu tinha pra falar, espero que tenham gostado. Se não gostaram, ou acharam chato, ou sei lá, peço perdão, mas eu não aguentava mais ficar com isso guardado, precisava compartilhar com vocês. Beijos e até o próximo post de hoje ;)

Biblio... QUÊ??? - PEDS #26

26 de setembro de 2015
Cachorro late, o gato mia, Biblioteconomia.

Oi amores, tudo bem? A galera que me conhece pessoalmente ou que me acompanha pelo blog e pelas redes sociais sabe que esse ano eu terminei a faculdade (Glória a Deus, não aguentava mais aquele manicômio). Rolou até post especial sobre a minha formatura. E apesar de ainda não ter meu diploma em mãos por causa da bendita greve dos técnicos administrativos, eu finalmente posso falar: sou formada em Biblioteconomia.

Hã?? Biblio quê????


Essa foi a pergunta que eu mais ouvi durante os 4 anos e meio de graduação, quando dizia para as pessoas o que eu estava cursando. Além de outras, como: “Faculdade de Economia?”, “Tem a ver com Biologia?” “Isso dá dinheiro?”, “Pra que serve isso?”, “É pra trabalhar em quê?”, e quando eu explicava que era pra trabalhar em biblioteca, vinha a clássica: “E precisa de faculdade pra isso???”.

E eu tenho certeza de que alguém está fazendo essas mesmas perguntas e outras mais enquanto lê esse post, então, vamos lá:
  1. É  B-I-B-L-I-O-T-E-C-O-N-O-M-I-A. Não é Economia, nem Biologia. Mas posso trabalhar com isso se eu quiser. Eu tenho O Poder.
  2. Quem dá dinheiro é Sílvio Santos.
  3. “Isso” serve pra mais coisas do que você imagina.
  4. E sim, TEM QUE FAZER FACULDADE. Lide com isso. J

Brincadeiras à parte, a Biblioteconomia é mais que uma profissão. O bibliotecário faz muito mais do que arrumar livros em estantes ou fazer shhhhh pra todo mundo que fala alto dentro da biblioteca. É o que nos mostra o site da UNIRIO, que por sinal foi onde eu estudei:

"O curso de Bacharelado em Biblioteconomia, criado pelo Decreto Federal nº 8.835 de 11 de julho de 1911, tem como principal objetivo formar profissionais aptos a atuar como agentes engajados nos processos sociais, culturais, educacionais e de democratização da informação; capazes de contribuir para o progresso das pesquisas em ciência e tecnologia para o desenvolvimento social e econômico do país e de dar suporte informacional a empresas e organizações no contexto globalizado."

E estão pensando que a gente trabalha só em biblioteca? Não, não e não! Temos um mundo de possibilidades em nossas mãos! (Eu disse que tinha O Poder, não disse? Haha!)

“Campo de atuação: O Bacharel em Biblioteconomia possui um campo de atuação diversificado, amplo e em transformação contínua, podendo desempenhar sua profissão em bibliotecas públicas, especializados ou não, em grandes corporações e empresas, que por seu porte têm implantado modernos modos de gestão de conhecimento, em museus, centros culturais e de memória e em instituições que têm em vista a preservação da memória e do patrimônio, o ensino e o enriquecimento cultural.”

São muitas as atividades que nós bibliotecários podemos realizar: atendimento aos usuários, catalogação e classificação, projetos de incentivo à leitura, preservação e conservação de livros raros... como eu disse, é um mundo de possibilidades!

Gostaram de saber um pouco mais sobre a minha profissão? Tenho muuuuuuito a falar sobre ela, se vocês quiserem, podem me mandar perguntas, vou respondê-las com o maior carinho, ok? Beijos e até amanhã!

5 cidades que eu quero conhecer - PEDS #23

23 de setembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Quem aí gosta de conhecer lugares novos? Eu adoro! E hoje vou falar pra vocês sobre algumas cidades que eu quero muito conhecer.


Aparecida do Norte: todo ano tem peregrinação da minha Arquidiocese até lá, meus amigos sempre vão mas eu nunca consigo ir... massss tenho fé que um dia eu vou :)

Créditos: Pedro Marques

Alfenas: cidade mineira onde nasceu meu irmão mais novo (falei um pouco sobre meus irmãos nesse post). Além de parecer uma cidade bonita e tranquila, toda vez que ele vai lá ele só fala de comida - principalmente pão de queijo - e às vezes ainda me traz um pote enooooorme de doce de leite <3

Créditos: Pedro Marques


Paris: sou louca pra tirar uma foto na frente da Torre Eiffel usando minhas sapatilhas de ponta!

Créditos: Pedro Marques

Roma: imagina só, comer comida italiana direto da fonte! Hahahaha! (e visitar os pontos turísticos, claro!)

Créditos: Pedro Marques

Londres: sou louca pra andar naqueles ônibus vermelhinhos sem teto e na London Eye! Ver o Big Ben e as famosas cabines telefônicas de pertinho... 

Créditos: Mrs. Styles (We Heart It)

Deu pra perceber que quase todas as fotos do post foram tiradas pelo meu irmãozinho, né? Pois é, ô pessoa viajante, quero ser assim quando crescer rsrs, quem sabe um dia... ¯\_(ツ)_/¯

E vocês, gostariam de conhecer quais cidades do mundo? Me contem nos comentários! Beijos e até amanhã!

O que me inspira? - PEDS #18

18 de setembro de 2015
Oi amores, tudo bem?

Hoje é dia de blogagem coletiva no PEDS! Dia de falarmos sobre nossas inspirações!



Na verdade, tudo à minha volta me inspira. Como vocês já viram, até mesmo meu bloqueio criativo pode se transformar num post. Mas eu tenho algumas fontes especiais de inspiração:

Experiências pessoais: adoro transformar momentos marcantes e situações às vezes embaraçosas em postagens, como fiz com a minha formatura e com as dicas pra alguém que ainda não escolheu uma faculdade.

Meus amigos: além da amizade em si ser uma enorme fonte de inspiração, eles estão sempre me dando sugestões legais de temas pra postar.

Outros blogs: gosto muito de acompanhar o trabalho de outros(as) blogueiros(as), e duas que me inspiram muito, tipo, MUUUUITO, são a Iasmim Migueis, do blog Prada Porter, e a Loma, do Sernaiotto.


Youtube: os youtubers me inspiram muito! A criatividade, o trabalho duro com elaboração de roteiro e edição de vídeos, a interação com os inscritos... acho isso incrível e me dá muito incentivo para blogar.

E vocês, quais são suas maiores inspirações? Me contem nos comentários! Beijos e até amanhã!